Blog

Vergalhão de superfície lisa e nervurada: tudo o que você precisa saber para atender bem seus clientes

Seja na fase de fundação, na execução da estrutura ou na etapa de acabamento, existem alguns materiais que são de extrema importância para a qualidade final da edificação.

Um desses itens é o vergalhão, fundamental para a utilização de concreto armado. Porém, existem grandes diferenças entre os tipos de vergalhões encontrados no mercado, como os de superfície lisa e nervurada.

Caso você seja um fornecedor, saber a diferença entre os tipos de insumos é essencial para seu negócio. Trata-se da principal maneira de garantir o investimento certo e, também, a satisfação de seu cliente.

Este assunto é relevante para seu empreendimento? Então, continue a leitura para descobrir o que é vergalhão e, assim, atender bem seus clientes, tornando-se um fornecedor de alto nível!

O que é vergalhão e para que serve?
Vergalhões são barras de aço usadas para produzir o concreto armado, estrutura comum a múltiplas aplicações. O concreto armado pode ser empregado em fundações, calçadas, paredes, vigas, pilares e lajes, por exemplo.

Os vergalhões são comercializados em três classes, definidas pela NBR 7480 (barras e fios de aço destinados a armaduras para concreto armado): CA-25, CA-50 e CA-60. A grande diferença entre cada uma dessas classes está na resistência à tração e ao escoamento.

Além das características do material e da densidade de cada um, é preciso lembrar que diferentes diâmetros são encontrados no mercado. Também chamados de bitolas, eles são essenciais para a resistência desse material.

As barras de aço são utilizadas para garantir à resistência a tração das peças de concreto. Aqui, vale ressaltar que o concreto é extremamente resistente à compressão, mas não tão eficiente quanto à tração. Nesse sentido, os vergalhões são utilizados como forma de compensar essa “deficiência” do concreto, formando uma peça estruturalmente ideal.

Antes de começarmos a falar sobre as aplicações de cada tipo de vergalhão, outra diferença deve ser destacada: a que existe em relação à sua superfície. Ela pode ser lisa ou nervurada. Veja mais detalhes a seguir!

Vergalhões lisos x vergalhões nervurados
Os vergalhões lisos são mais maleáveis do que os outros. Com isso, acabam sendo menos utilizados em construções, pois é preciso oferecer grande resistência às estruturas de concreto.

Já os nervurados conseguem criar uma interação maior com o concreto, aumentando a aderência e, consequentemente, prevenindo rachaduras ou outros problemas. Isso o torna mais indicado para construções civis.

Essa é uma das diferenças que precisam ser conhecidas por quem comercializa tal tipo de material, uma vez que determina seu fim e, dessa forma, as exigências do consumidor.

Quais os tipos de vergalhões e suas aplicações?
Como você viu, existem três classes de vergalhões. O “CA” de cada uma delas representa Concreto Armado, e há grandes diferenças entre as três classificações. Abaixo, vamos explicar quais são as características e principais aplicações dessas três classes.

CA-25, CA-50 e CA-60: principais características de cada um
O vergalhão da classe CA-25 é constituído por um aço mais flexível do que os demais e, por isso, acaba sendo pouco utilizado na construção civil. São empregados apenas em casos nos quais o uso da barra nervurada é dispensada.

Um exemplo de setor que o utiliza é a indústria de pré-moldados, especificamente na realização de alças, para o içamento de determinadas peças. O aço de classe CA-60 é conhecido por ser altamente resistente.

Dessa forma, é útil tanto para estribos, telas e treliças quanto para pisos e armaduras de lajes. Outra característica, além da resistência, é a leveza que leva às estruturas de concreto armado.

O CA-50 ficou para o final por ser o mais usado na construção civil, uma vez que suporta alta concentração de carga, é dúctil e, pelo fato de ser uma classe de aço nervurada, consegue aderir ao concreto com facilidade.

É possível soldar vergalhões?
Uma dúvida em relação à utilização de vergalhões de aço é sobre a possibilidade de soldá-los. O que vai definir isso é a quantidade de aço contida no vergalhão.

De acordo com a publicação “AWS D 1.4”, da Associação Americana de Soldagem, vergalhões de aço de baixa liga podem ser soldados. Esse tipo é o único que pode ser soldado sem a necessidade de considerações especiais ao longo de seu uso.

Em contrapartida, os vergalhões de aço de liga e alta resistência não devem ser soldados. Isso porque seu material é bem menos maleável e, portanto, eles tendem a romper com o peso do concreto.

A proporção de carbono na fórmula do aço é o que define a resistência dos vergalhões. Quanto mais carbono concentrado, mais quebradiço é o aço.

Em relação ao suporte no concreto, o aço de alta liga oferece vantagem. Porém, a desvantagem é o fato de ele não ser soldável, como o de baixa liga e resistência.

É importante ressaltar que existe, ainda, outra classe de vergalhões além das três que citamos anteriormente (CA-25, CA-50 e CA-60). Trata-se da CG-50, que se difere da CA-50 em sua composição química, tornando-se mais indicada para processos de solda.

Como saber qual quantidade será usada em uma construção?
As estruturas de concreto armado apresentam o vergalhão como um de seus componentes. Porém, ao adquirir um vergalhão, ele não vem com instruções de uso e não informa o tamanho ideal para uma determinada estrutura ou qual é a bitola necessária.

Essas informações são definidas na fase de projeto de uma edificação. Ou seja: não cabe ao fornecedor ou ao executor da obra determinar a quantidade de vergalhões que será utilizada.

Se você quer oferecer um diferencial a seu negócio, porém, é possível saber a quantidade certa, o tamanho de cada uma das barras e seu respectivo diâmetro. Para tanto, basta analisar as documentações da obra, como lista de materiais, tabelas de aço em projetos e o memorial descritivo, encontrando as informações necessárias.

Como se sabe, os vergalhões são vigas de aço estrutural que, quando adicionadas ao concreto, formam o concreto armado. Esse concreto armado é a estrutura da construção: pilares, vigas, vigotas etc. Portanto, para cada metro cúbico de concreto, usa-se 100 g de aço estrutural, geralmente.

Porém, antes de tudo, independentemente da quantidade, do tamanho e da classe dos vergalhões, é preciso adquiri-los de distribuidores renomados no mercado. Essa é a única alternativa para garantir a compra de materiais de qualidade e que possam responder às especificações das normas técnicas.

Por falar em qualidade, você conhece, de fato, o que todo vendedor de aço precisa saber? Veja, a seguir, algumas dicas de armazenamento!

Bônus: dicas para o armazenamento correto do aço
Além de conhecer suas aplicações, é preciso entender qual é a forma certa de armazenar o aço. Para manter a estrutura sem danos, recomenda-se o armazenamento em locais que não tenham umidade e não coloquem o material em contato direto com o solo.

A ferrugem superficial é comum e não oferece riscos de danificação. Portanto, não é permitido utilizar óleos ou graxas a fim de proteger a estrutura, pois isso atrapalharia sua aderência ao concreto futuramente.

E então? Gostou de nossas dicas? Agora que você já entendeu o que é vergalhão, descubra também o que todo comerciante de aço ou concreto deve saber sobre esses produtos e veja se sua relação com os clientes está de acordo com o que eles precisam!

 

Fone: (73) 3613-3085
Endereço: Av. Amélia Amado, 362, Centro, Itabuna/BA

© 2018/2021 |  Casa do Vergalhão - Todos os direitos reservados